EVENTOS » Reunião de mentes revela desafios comuns em inovação

2018-04-27

 
Reunião de mentes revela desafios comuns em inovação

Membros da Rede MDevNet, uma iniciativa liderada pela Fraunhofer Portugal AICOS que promove a transferência de conhecimento entre os envolvidos na indústria de dispositivos médicos baseados em tecnologia, reuniram-se na semana passada na Porto Design Factory para uma reunião de mentes com discussões paralelas focadas em diferentes temas.

Durante o Workshop de Auscultação dos Membros da Rede do MDevNet, realizado em março, os membros identificaram três temas convergentes, que foram então atribuídos a três grupos de ação. Esses grupos reuniram-se na semana passada para reuniões de trabalho para abordar e debater esses desafios de forma mais abrangente.

O “Grupo de Ação 1” focou-se no esclarecimento de questões legislativas associadas a dispositivos médicos e o seu impacto nas entidades nacionais envolvidas no processo de transferência e comercialização de tecnologia de dispositivos médicos.

Grandes mudanças estão no horizonte com a implementação do Regulamento Europeus de Dispositivos Médicos e o Regulamento Geral de Proteção de Dados, razão pela qual estes estavam na vanguarda da discussão. Entre as questões discutidas, estão também as diferentes regulamentações nacionais e internacionais, que diferem amplamente no seu nível de rigor, e afetam as empresas que buscam o mercado global. O consenso geral, porém, especialmente para as novas entidades para o mercado, foi uma confusão sobre o que as entidades fazem e para quê, no processo de certificação.

O “Grupo de Ação 2” foi encarregado do levantamento de obstáculos e promoção de mecanismos de interação entre as entidades nacionais envolvidas no processo de codesenvolvimento e convalidação de dispositivos médicos. No entanto, nenhuma agência reguladora estava presente, o que dificultou a discussão, já que a cooperação, segundo os membros, é fundamental. Não apenas entre agentes de inovação e organizações reguladoras, mas também com os profissionais. Idealmente, alguns argumentaram, as instituições médicas poderiam dedicar mais tempo à prevenção de doenças, em vez de reagir principalmente, permitindo que os profissionais médicos se juntassem aos esforços de pesquisa.

Quanto ao “Grupo de Ação 3”, os seus membros trabalharam na promoção da eficácia dos processos de transferência de tecnologia nos parceiros da Rede MDevNet para a transferência e comercialização adequadas de dispositivos médicos baseados em tecnologia, com base nas suas habilidades e competências específicas ou legais. Os veículos para transferência de tecnologia de dispositivos médicos para o mercado foram discutidos, sendo reconhecidas as Spin-Offs como o método preferido. O papel do licenciamento foi discutido, o que depende mais da capacidade dos investigadores, não apenas de comunicar o valor da tecnologia, mas também de encontrar um mercado adequado e, dessa forma, elevar um conjunto diferente de desafios. .

Enquanto os participantes reconheceram vários obstáculos - como a falta de conhecimento sobre regulamentos, processos e formalidades, bem como uma 'barreira linguística' que separa I&D, indústria e entidades reguladoras - os membros partilharam a sua sensibilidade para o encontro de novas soluções como recursos humanos especializados e introdução destes temas a nível universitário.

Fonte: Fraunhofer Portugal